Aldeia Mais Portuguesa de Portugal

Esta é a «aldeia portuguesa mais invulgar» para a BBC
Esta é a «aldeia portuguesa mais invulgar» para a BBC
Reportagem sobre a desertificação no concelho de Idanha-a-Nova
Outros costumes da região também são evidenciados pela estação pública, como é o caso de se tocar o instrumento adufe.

Aldeias Históricas de Portugal Monsanto
Em 1938, foi atribuído à aldeia de Monsanto, no concelho de Idanha-a-Nova, o título de Aldeia Mais Portuguesa de Portugal e é, desde 1995, considerada uma das Aldeias Históricas.

Agora, a BBC dedica a Monsanto uma reportagem no seu site, descrevendo-a como «a aldeia portuguesa mais invulgar»
A estação britânica elogia a peculiaridade de Monsanto, situada numa colina medieval e os seus «gigantes» penedos graníticos, alguns fundidos com casas da aldeia.

Monsanto tem atualmente cerca de 800 habitantes.

No artigo da BBC, a aldeia de Monsanto é ainda descrita como «um museu vivo».

As marafonas, bonecas típicas da Beira Baixa, são também mencionadas no artigo.

Reportagem sobre a desertificação no concelho de Idanha-a-Nova
Outros costumes da região também são evidenciados pela estação pública, como é o caso de se tocar o instrumento adufe.

A BBC dedica uma reportagem aquela que considera ser a aldeia portuguesa mais invulgar, na Beira Baixa, elogiando a região e evidenciando alguns dos seus costumes.

Em 1938 foi-lhe atribuído o título de Aldeia Mais Portuguesa de Portugal e é, desde 1995, considerada uma das Aldeias Históricas. Agora, a BBC dedica a Monsanto, no concelho de Idanha-a-Nova, uma reportagem no seu site, descrevendo-a como «a aldeia portuguesa mais invulgar».

A estação pública britânica elogia a peculiaridade de Monsanto, situada numa colina medieval e os seus «gigantes» penedos graníticos, alguns fundidos com casas da aldeia. «Durante centenas de anos, os residentes desta aldeia adaptaram-se ao seu ambiente invulgar, ao construírem as suas casas debaixo, em cima ou entre gigantes penedos graníticos».

No artigo da BBC, ilustrado com imagens e vídeos, a aldeia de Monsanto é ainda descrita como «um museu vivo», é feita referência ao seu castelo, aos seus cerca de 800 habitantes, as suas «ruas íngremes no centro histórico» e ainda aos povos que ali habitaram ao longo da sua história, como os romanos, os visigodos e os árabes.

Os costumes da região também são evidenciados pela estação pública, como é o caso de se tocar o instrumento adufe, mas não só. «Várias senhoras mais velhas em Monsanto ainda criam e vendem as marafonas», as bonecas feitas à mão em várias aldeias da Beira Baixa. «Acredita-se que estas bonecas, que não têm rosto, são protetoras e estão associadas ao culto da fertilidade», lê-se na reportagem da BBC.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Gerês, um tesouro por descobrir.

O Parque Nacional da Peneda-Gerês é um dos maiores tesouros de Portugal. A sua beleza é inesgotável e para o con...

linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...